Futebol

Corintianos, santistas e são-paulinos viram sócios do Palmeiras

Gero Rodrigues/Folhapress

O bolso ou o coração? A dúvida está na cabeça de corintianos, santistas e são-paulinos que estudam na FAM (Faculdade das Américas), patrocinadora do Palmeiras.

Desde fevereiro de 2015 a instituição de ensino oferece um desconto de 25% na matrícula e nas mensalidades de mais de 70 cursos para os membros do Avanti, programa de sócio-torcedor do Palmeiras. Com isso, um número considerável de torcedores rivais se tornaram palmeirenses “de carteirinha”.

A conta é simples: as mensalidades mais baixas da FAM são de R$ 336. Com o desconto para sócio-torcedores, chegam a cerca de R$ 250. Como o plano Avanti bronze, o mais barato, tem mensalidade de R$ 14,99, a economia mensal chega a R$ 69.

O Palmeiras tem o maior programa de sócios-torcedores do país, com 126.355 membros. A FAM tem atualmente cerca de 20 mil alunos e ao menos 10% deles recebem o desconto do Avanti.

“O pessoal até me zoa, porque eu sou santista e sou Avanti. Meu pai gostou muito, porque ele é palmeirense e aproveita a carteirinha para ir nos jogos”, diz Luiz Diegues, 19, que cursa gestão desportiva e de lazer na FAM.

A mensalidade do curso de Diegues é de R$ 475, mas com o desconto do Avanti (cerca de R$ 119 mensais) mais outro abatimento que a faculdade oferece para quem paga antecipadamente ele gasta R$ 259.

Para que seu pai pudesse ir aos jogos ele fez o plano Ouro, que custa R$ 119 mensais. O regulamento do Avanti proíbe a utilização da carteirinha por outras pessoas, mas permite a inclusão de dependentes -no caso, cada um deve pagar R$ 60 por mês.

“Todo mundo brinca, ainda mais com a rivalidade que agora voltou entre Santos e Palmeiras. Mas é um baita desconto”, completa.

A grande maioria dos alunos diz que conhece diversos torcedores de rivais do Palmeiras que aderiram ao Avanti, mas poucos admitem. Os motivos apontados são o sentimento de culpa ou o medo de represálias mais violentas, no caso dos que se recusaram a ser entrevistados pela Folha.

“Não vi problema nenhum [em aderir ao Avanti]. Ninguém tira onda, nadinha. Não vejo problema em dar dinheiro para o Palmeiras. Não vejo nada de mais, sou sócio do São Paulo também e frequento o Morumbi”, diz Denis Ferreira, 30, aluno do curso de Educação Física, cuja mensalidade é de R$ 640.

Com o desconto do Avanti Bronze (com mensalidade de R$ 14,99), Ferreira paga R$ 480, e economiza cerca de R$ 145 por mês. Ele destaca que o vínculo com o time rival é mínimo, basta levar uma carta para a FAM que atesta a filiação ao programa de sócio-torcedor. “Não precisa nem andar com a carteirinha”.

O corintiano Christian Suzuki, 19, ainda não é sócio do Avanti, mas diz com firmeza que se tornará em breve.

“É complicado, porque Corinthians e Palmeiras são completamente rivais. Mas eu vou ter o desconto na mensalidade e ainda vou poder ir aos jogos entre os dois e ficar na espreita, sem chamar a atenção entre os palmeirenses. É meio estranho ajudar o time para o qual eu não torço, mas estou precisando [do desconto]”, afirma.

Suzuki é aluno do curso de jogos digitais, que tem mensalidade de R$ 632. Quando se tornar Avanti, ele passará a pagar R$ 158 a menos.

RESISTÊNCIA

Há também os torcedores rivais que preferem pagar integralmente as mensalidades para não ajudar o Palmeiras.

Nesse aspecto, o corintiano Alex Mendes dos Santos, 30, que cursa gestão desportiva e de lazer, diz que o exemplo vem de berço.

“Não pago Avanti por ser corintiano. Não sou fanático, mas torço a ponto de não fazer esse tipo de coisa. Na época que a Parmalat patrocinava o Palmeiras (entre 1992 e 2000), meu pai não comprava leite dessa marca. Uma vez eu comprei e tive que ir trocar. Se eu virasse Avanti estaria fortalecendo o rival. Como aluno da FAM, já ajudo. Quase não estudei nela por causa disso”, afirma.

Vestindo uma calça com o brasão do São Paulo, um aluno que não quis se identificar disse à reportagem que jamais se tornaria sócio-torcedor do rival. Informado de que outros fazem isso, ele respondeu que é “torcedor raiz”, e não “Nutella”-na tentativa de dizer que é mais fanático que os outros.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Todos os cursos têm desconto para quem é Avanti?
Não. A maioria dos cursos têm, mas há exceções, como Medicina e os cursos de educação à distância

Basta se tornar sócio Avanti para ter o desconto?
Não. É necessário retirar uma carta de comprovação na sede do programa Avanti do Palmeiras

É possível para alguém que já é aluno da FAM passar a receber o desconto?
Sim. Basta seguir o mesmo procedimento de entregar a carta de comprovação

Todos os programas Avanti dão direito ao desconto na mensalidade?
Sim. Do plano Bronze (R$ 14,99) ao Diamante (R$ 649), todos dão desconto de 25% na mensalidade de cursos da faculdade

Posso emprestar minha carteirinha do Avanti para que outra pessoa vá aos jogos do Palmeiras?
Não, o cartão Avanti é pessoal e intransferível. É possível colocar outra pessoa como dependente (mediante pagamento de taxas) para que ela desfrute das vantagens do programa, inclusive do desconto na faculdade.

Com informação da Folhapress.

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!

GeraLinks - Agregador de links