Cultura

Escritor pernambucano adapta ‘Game Of Thrones’ e ‘Pokémon’ para cordel

Divulgação
O autor Josué Limeira, de 51 anos, resolveu transformar o hobbie da literatura de cordel em profissão. Hoje, o cordelista natural de Recife faz sucesso ao “poetizar” obras da literatura mundial para crianças brasileiras.

A primeira adaptação foi a do livro “O pequeno Príncipe”, de Antoine Saint-Exupéry. O toque nordestino foi essencial: o protagonista ganhou chapéu de cangaceiro, a coroa do rei passou a ter fitinhas de São João e a flor do deserto brotou de um cacto. Em 2015, sua obra foi publicada e o sucesso foi tanto que o livro foi indicado ao Prêmio Jabuti, no ano de 2016.

Segundo o blog ‘Guia dos Curiosos’, foi durante uma visita a uma escola que Josué descobriu um novo caminho a ser explorado pela literatura de Cordel. “Quando comecei a visitar as escolas, a criançada sempre me perguntava se eu tinha escrito alguma coisa sobre Pokemón. Foi um desenho que fez parte da infância do meu filho. Foi aí que tive a ideia de fazer um cordel sobre Pokemón”, conta.

Surgiram, então, duas novas obras: “O Matuto e o Pokémon” e “Game of Thrones” em Cordel. Confira um dos trechos:

“Anastácio foi pra roça

E como estava sozinho.

Apertou na Pokebola

Que mostrou logo um caminho

Tinha um cabra de mochila

Arrumado e magrinho.

Não demorou muito, amigo,

Já pulou um rato roxo

Com os dentes afiados,

Assombrado e afoito.

Chamava-se Rattata,

Queria comer biscoito”

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!