Comportamento

Mulher morre após contrair bactéria que ‘come carne’ durante ato sexual

Reprodução

Kate Widdowson, de 23 anos, morreu ao contrair uma bactéria rara que ‘come carne’. A bactéria teria sido contraída durante relações sexuais com o seu namorado. Kate foi ao hospital quando a dor insuportável apareceu em seu pulso esquerdo. O casal achou que a dor tinha relação com o fato de que, durante a relação íntima, Kate manteve os pulsos amarrados. Os médicos da cidade de Birmingham deram analgésicos e a mandaram para casa dizendo ser apenas um pulso torcido.

No dia seguinte, Kate não conseguiu se mover e seu pulso ferido estava preto e com bolhas. Ela foi imediatamente levada ao hospital, mas morreu pouco antes de chegar ao local, depois de sofrer um ataque cardíaco.

Os médicos disseram que Kate tinha sido infectada com uma doença chamada Fasciíte Necrotizante, também conhecida como doença carnívora. A doença pode ser causada por um pequeno corte na pele, infectado por um ou mais outros quatro tipos de bactérias.

A mãe de Kate, Trish Widdoswon, culpa o hospital pela falta de preparo e atenção. A vítima não foi observada por médicos mais experientes, mas sim por um médico da Índia que estava atendendo no hospital há quatro meses. Uma assistente do hospital, Emma Brown, disse que Katie deveria ter ficado mais tempo no hospital e ter sido operada. Se ela tivesse ficado, ela ainda poderia estar viva, segundo especialistas.

Pulsos amarrados durante relação

Dean admitiu que amarrou Katie com uma corda enquanto eles estavam tendo relações sexuais dias antes de sua morte.

No entanto, ele disse que não se lembra muito da noite porque estavam bêbados. Ele explicou que eles não fizeram nada que não haviam feito anteriormente. Dean tirou uma foto da lesão enquanto esperava pela ambulância. O médico que atendeu a vítima na primeira noite de hospital achou que ela tinha “Síndrome do compartimento” e foi diagnosticada com torção menor no pulso e liberada.

Seu braço esquerdo, no dia seguinte, estava cheio de bolhas e por lá não passava sangue. O namorado de Katie expressou sua dor dizendo: “Perdi o amor da minha vida, perdi tudo. Perdi minha noiva, íamos nos casar. Perdi a melhor mãe que meu filho poderia ter.”

O hospital falou sobre o assunto e disse que iria lançar uma nota oficial após investigar todos os envolvidos.

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!