Saúde e bem estar

Polícia Federal é acionada para tirar cineasta de voo em SP

© Getty Images/Brad Barket
O voo 1020, da Gol, partindo de São Paulo para o Rio de Janeiro não foi uma boa experiência para Bruno Barreto. O cineasta estava dentro do avião, ainda na pista, quando reclamou que o ar condicionado não estava ligado. Em seguida, pediu para a equipe de comissários abrir a porta da aeronave. Foi quando a confusão começou e Bruno, que toma remédios para controlar a Síndrome do Pânico, teve que ser retirado do voo.

Quem teve que retirar o diretor foi a própria Polícia Federal, segundo informações do colunista Ancelmo Gois. “Entrei numa daquelas viaturas que transportam o pessoal da Lava-Jato”, contou Bruno.

O diretor de ‘Dona Flor e Seus Dois Maridos’ e do premiado ‘O Que É Isso, Companheiro’ acabou elogiando a educação com que foi tratado pelos policiais.

Comentar

Clique aqui para postar um comentário

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!

GeraLinks - Agregador de links